InícioVídeos

O que é Espiritismo?

Desde as mais remotas eras de vida no planeta Terra até o momento atual, o homem tem manifestado, de diferentes maneiras, culto às divindades que traduzem suas convicções religiosas, suas tendências para crer num ente supremo e o acatamento às coisas santas. As civilizações que surgiram no passado formaram então poderosas castas religiosas que eram as guardiãs do saber religioso, cujos princípios e mistérios não eram revelados a todos. No caso da religião cristã que veio do Oriente para o Ocidente não foi muito diferente, pelo menos inicialmente. Na sociedade ocidental do fim da antiguidade e por toda a idade média, um corpo sacerdotal se apropriou da religião e, a partir do século XVI, essa situação foi questionada pelo monge agostiniano Martinho Lutero, cuja releitura da Bíblia e outros estudos concluiu que todos os homens, como filhos de Deus, poderiam se comunicar com Ele diretamente, sem a intercessão da casta sacerdotal. A partir deste cisma com uma religião oficialmente estabelecida, no contexto do Renascimento, houve uma quebra de paradigmas em todos os campos do saber, inclusive o religioso.

No século XIX, ocorreram novas transformações para a ciência, a filosofia e a religião. Na França, Allan Kardec abre novas perspectivas ao codificar os ensinamentos espíritas. Na “Revista Espírita” de dezembro de 1868 ele questiona: “O Espiritismo é uma religião?” E responde: ”Ora, sim, sem dúvida senhores. No sentido filosófico o Espiritismo é uma religião, e nós nos glorificamos por isso, porque é a doutrina que funda os elos da fraternidade e da comunhão de pensamentos, não sobre uma simples convenção, mas sobre bases mais sólidas: as mesmas leis da natureza”.

A religião espírita não é apenas uma religião no sentido comum do termo, pois ela cumpre com os objetivos propostos por Jesus, que é levar o homem até Deus. É uma religião enriquecida pela ciência e pela filosofia. Não tem cerimônias, dogmas e cultos. Sua finalidade é religar o homem a Deus através da transformação moral. Seus princípios norteadores são a existência de Deus, a existência e sobrevivência do espírito, a intervenção dos espíritos no mundo corporal, a pluralidade das existências e a pluralidade dos mundos habitados. O Evangelho segundo o Espiritismo é uma das obras básicas da codificação que apresenta os princípios da doutrina de Jesus como símbolo da religião universal que direciona o crente para um sentimento único. Nas obras da codificação, Kardec aponta a caridade como um sentimento todo moral, todo espiritual e todo humanitário. A caridade é a alma do Espiritismo, pois resume todos os deveres do homem para consigo mesmo e para com o seu próximo.

No livro “O Consolador”, Emmanuel se refere ao Espiritismo deste modo: “No seu aspecto científico e filosófico, a doutrina será sempre um campo nobre de investigações humanas, como outros movimentos coletivos, de natureza intelectual, que visam ao aperfeiçoamento da humanidade. No aspecto religioso, todavia, repousa a sua grandeza divina, por constituir a restauração do Evangelho de Jesus Cristo, estabelecendo a renovação definitiva do homem, para a grandeza de seu imenso futuro espiritual”.

Atualmente, a sociedade passa por uma fase de mudanças rápidas em todos os campos de sua atividade e a religião espírita pode promover, na dinâmica social, uma renovação e desenvolvimento cujos efeitos poderão ser benéficos e incomensuráveis.

Ana Lúcia da Silva Araújo

 

SOS-PRECES

SOS Preces

Atendimento Fraterno

Atendimento individual

e Feira de 14h às 16h

e 6ª  Feira de 19h30 às 21h

Sábado de 17h às 19h

Saiba Mais...

M A D A

M A D A

Go to top